O relacionamento com o cliente no inbound marketing

Por Combogó - 28 de setembro de 2018

Não há dúvida entre os profissionais de comunicação e marketing de que o relacionamento é uma das partes mais importantes para a manutenção do público em um negócio. A proximidade entre empresas e seus clientes, sendo estimulada por ações, tem sido muito valorizada hoje em dia.

Quando entramos no inbound marketing, essa premissa se torna ainda mais verdadeira. Relacionamento com o cliente no marketing de proximidade é um dos fundamentos do sucesso de uma campanha. Fazer com que o público acompanhe as ações de uma empresa e se engaje com ela é um ponto fundamental para se alcançar objetivos.

Neste artigo, vamos argumentar sobre a importância de executar uma boa estratégia de relacionamento em uma campanha de inbound marketing. Boa leitura!

Definido o relacionamento com o cliente

Faz algum tempo que o marketing não enxerga mais os clientes como simples compradores. Atualmente, vivemos a “Era do Relacionamento”, na qual cada pessoa é importante e estabelecer uma conexão com ela é o desejo de qualquer marca.

Relacionamento se define por criar ações de contato e continuidade, mantendo o cliente na órbita da empresa ou marca. Isso abre o caminho para a criação do brand awareness e para um possível — e até provável — consumo. Se o relacionamento com a imprensa já é uma prática bem consolidada, usar do mesmo expediente para atingir as pessoas diretamente é algo que está em expansão nas estratégias de comunicação.

E no inbound marketing?

O inbound marketing é a metodologia de marketing digital que tem conquistado mais adeptos a cada dia. O mercado já percebeu que na internet as coisas funcionam de forma muito particular, muito diferente do mundo off line. Dessa forma, foi preciso criar uma estratégia diferenciada para atingir o público da maneira mais adequada.

Para refrescar a memória, vamos à definição de inbound marketing. Ele pode ser definido como marketing de atração, uma metodologia de ação que busca convidar as pessoas para o negócio em vez de bombardeá-las com anúncios em todos os lugares. Ele trabalha com o conceito de permissão, e não com o de interrupção.

Essa diferença é que torna o relacionamento especial para o inbound marketing. Ao dar permissão para as marcas e empresas entrarem em contato e ofertarem conteúdos — e não produtos a princípio –, cria-se uma conexão mais natural com o público interessado.

Cabe dizer que isso gera um público qualificado, altamente interessado no negócio da empresa. Afinal, eles dão permissão para serem alcançados e receberem conteúdos de seu interesse, gerado pela própria empresa.

E como fazer?

Primeiramente, é preciso compreender que é uma estratégia contínua e de longo prazo. Relacionamento pressupõe uma construção, uma relação que é alimentada constantemente por meio de trocas. No inbound marketing, chama-se nutrição de lead.

Empresas investem em conteúdo referente ao seu negócio que tem alta relevância para seus clientes. A oferta desses conteúdos de forma organizada e estratégica vai informando, conscientizando e gerando valor para a marca e o produto. O cliente fica feliz de receber as informações no seu momento de busca, e a empresa se torna autoridade no assunto.

O relacionamento é gerenciado por meio de softwares de CRM integrados à estratégia de comunicação. Com isso, é possível particularizar cada pessoa e atingi-la da forma mais eficiente. Este é o grande potencial do relacionamento no inbound marketing.

Este artigo foi interessante para você? Temos conteúdos constantemente em nosso blog. Assine a nossa newsletter e receba diretamente no seu e-mail.

Comentários

Comentários